Perspectivas econômicas pós pandemia


Pós pandemia será um período em que os setores da economia começarão o processo de recuperação, sendo mais lento para alguns serviços como o de aviação, turismo e hoteleiro por dependerem de deslocamento das pessoas. Entretanto, para outros serviços a expectativa é de recuperação mais rápida como o de varejo e logística, uma vez que a tendência do e-commerce é aumentar.

Tal processo será de forma lenta e gradual, não havendo uma recuperação imediata. Pois para a recuperação acontecer, é necessária a retomada do emprego pelo fato de muitas pessoas terem o perdido por demissão ou por falência de empresas, sendo preciso que as pessoas possuam uma fonte de renda para voltar a consumir. A expectativa é de que a recuperação econômica gere mais empregos, aumentando a renda das pessoas o que gera mais consumo e consequentemente mais receita para as empresas.

Para o Estado, a recuperação será benéfica por conseguir arrecadar mais impostos, sendo o recolhimento do imposto ICMS que incide sobre as mercadorias e serviços vendidos sua maior obtenção de receita.

As pessoas e empresas ao possuírem melhores condições financeiras gera uma expectativa de mais receitas para a MGI. O risco de inadimplência tende a reduzir com uma melhora da situação financeira, o que significa a possibilidade da MGI conseguir recuperar mais créditos referentes as dívidas oriundas do CREDIREAL, BEMGE E MINASCAIXA.

Além disso, aumentar as receitas através de mais recebimentos de ICMS através da aquisição dos direitos creditórios contratados em 2012 e de participação acionária que possui, uma vez que a melhora das condições financeiras das empresas gera lucros maiores e chance de distribuí-los aos seus acionistas crescem. E também, maiores chances de venda de imóveis, no cenário pós pandemia.   




16/07/2020